Meias & Curiosidades

Meias: aquela peça indispensável Mais do que um acessório da indústria da moda, as meias são hoje uma forma de se expressar e mostrar um pouco de si. As meias podem ser finas, grossas, transparentes, longas, curtas, com padrões, lisas, coloridas, feitas de seda, algodão, lã, nylon, elastano, com compressão, anti celulite... Poderíamos descrever vários tipos e objetivos deste acessório de moda tão indispensável na era moderna, até porque hoje existem meias para todas as ocasiões e para todos os tipos de pessoas. Elas não só dão o conforto necessário aos seus pés, como também ajudam a compor o visual. Mais do que nunca, as meias estão na moda e podem ser encaradas como uma peça que ajuda os demais a descobrirem mais sobre si, sobre os seus gostos e até sobre o seu sentido de humor. Além de permitir aquecer ou proteger o pé do contato direto com o calçado, as meias também podem servir como terapia no caso de determinadas doenças, como as veias varicosas. Outra das principais funções das meias é absorver a transpiração, visto que o pé é uma das partes do corpo que mais suor produz – mais de 0,12litros de suor por dia. Esta peça de roupa é classicamente constituída de ponta, pé, calcanhar e punho, mas às vezes algumas partes são suprimidas, de acordo com o estilo ou design. Como foram inventadas as meias? Pelo que se sabe, as primeiras meias foram usadas pelas mulheres gregas por volta de 600 a.C. Naquela época, os homens não costumavam usar meias, pois consideravam-ma uma peça vergonhosa. Em Roma, eram as mulheres que também as usavam. Ali, já se observava um modelo modificado, mais evoluído, feito de couro macio, que passou a se chamar “soccus”. Quando chegaram às Ilhas Britânicas, os anglo-saxões descobriram que se usassem “soccus” numa bota, conseguiam proteger os pés. E foi nessa época que esta peça se tornou mais conhecida e as pessoas começaram a usá-la massivamente. Consequentemente, houve a necessidade de um processo ou equipamento que facilitasse o fabrico das meias. Assim, em 1589, o inglês William Lee inventou a primeira máquina de fazer meias e em 1656 a primeira fábrica de meias. O procedimento foi estendido por toda a Europa e, em 1700, já havia 32 fábricas de meias apenas em Berlim. Uma mudança ocorreu durante a Revolução Industrial. Nessa altura, as meias de lã tornaram-se muito famosas na Europa e, com o tempo, em todo o mundo. Começou a ver-se a exploração do design adaptado a esta peça: criaram-se meias coloridas, meias altas e até as meias personalizadas que foram ganhando fama e se tornaram uma forma de expressar a personalidade, humor e carisma. Meias em todo o mundo A cada manhã, depois de abrir o armário e escolher a roupa que vai vestir, segue-se a eleição do par de meias a usar, mas não um par qualquer. Nos dias de hoje, a escolha recai nas meias que mais se adequam ao seu look para aquele dia, seja para o completar ou para destacar determinado detalhe. Isto é algo que acontece um pouco por todo o mundo, sendo que a The Captain Socks já é presença assídua em muitos cantinhos. Por esse mesmo motivo, queremos agradecer a todos os nossos clientes espalhados pelo mundo destacando a nossa palavra preferida, meias, pois claro, nos respetivos idiomas. Confira. • Portugal: meias • Reino Unido: socks • Espanha: calcetines • França: chaussettes • Alemanha: Socken • Itália: calzini • Países Baixos: sokken • Letónia: zeķes • Suécia: strumpor

Shop now